Acusado de matar menor no Bairro Vale do Sol vai a júri popular hoje

O acusado chegou escoltado para o julgamento. Foto: Cíntia Araújo/DeFato

Vai a júri popular, hoje (14), no Fórum Milton Campos em João Monlevade, um homem acusado de matar a tiros, em novembro do ano passado, um adolescente de 16 anos.

O réu chegou ao fórum em uma escolta do Departamento Nacional Penitenciário de Minas Gerais (Depen/MG) por volta das 08h30.

O corpo da vítima foi encontrado, já em estado avançado de decomposição, em meio a uma trilha no Bairro Vale do Sol. A principal suspeita é que o crime esteja relacionado ao tráfico de drogas.

Atuam na sessão o Juiz de Direito Rodrigo Braga Ramos, a promotora de Justiça  Thais Torres de Rabelo Gonçalves e a advogada de defesa Anésia Gomes Alves Teixeira. O júri é formado por seis mulheres e um homem.

Os primeiros a serem ouvidos foram as testemunhas de forma sigilosa, em um sala separada. Em seguida o acusado. Ele negou que tenha desferido o tiro. Disse que estava em casa quando foi chamado para ir “fumar na biqueira”. Quando chegou lá a vítima estava com um grupo. Em determinado momento ouviu disparo de arma de fogo e todos saíram correndo, cada um para sua casa. Ele atribuiu o tiro a uma terceira pessoa. Disse ainda que no dia seguinte ao crime, quando foi a uma loja pegar o seu celular, a pessoa, que segundo ele, teria matado o menor, disse para ele ficar calado.

Um chinelo da vítima teria sido encontrado na casa do acusado, mas ele afirma que era seu.

O acusado está sendo julgado por homicídio, corrupção de menores e fraude processual por três vezes. Segundo a acusação, a fraude é por ter ameaçado outros menores que estavam na cena do crime.

O Juiz Rodrigo Ramos pontuou que o crime foi praticado usando dissimulação, porque o acusado atraiu a vítima até o local do crime.

Os debates na sessão estão sendo feitos de forma sigilosa, para preservar as testemunhas.  O público presente teve que deixar o local e somente poderá retornar no momento em que o magistrado for proferir a sentença.

A equipe do site O Popular acompanha o julgamento que teve início por volta das 10h. Novas informações a qualquer momento.

*Aguarde, atualizações em instantes

O réu foi o primeiro a ser ouvido. Foto: Kátia Passos/O Popular

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui