Sem acordo, servidores públicos param novamente

Na semana passada, servidores foram à Câmara e prometem nova mobilização

Servidores da Prefeitura de João Monlevade fazem nessa quarta-feira (19) nova paralisação contra proposta de reajuste salarial de 5,38% oferecida pelo governo da prefeita Simone Carvalho (PSDB). Além de cruzar os braços, o funcionalismo público convoca para manifestação na Câmara de Vereadores. O ato será concentrado às 16h, na porta do Legislativo.

A decisão do movimento ocorreu na noite da última segunda-feira (17), em assembleia da categoria. Antes, uma comissão de negociação do Sindicato dos Trabalhadores no Serviço Público de João Monlevade (Sintramon) e da administração municipal esteve reunida para mais uma rodada de negociação. Na oportunidade, representantes do sindicato apresentaram nova análise econômica e propuseram índice de reajuste salarial de 9%. A proposta foi rejeitada pela Prefeitura. Anteriormente, o aumento pleiteado pelos funcionários era de 14%.

O projeto que prevê o reajuste do funcionalismo público já tramita na Câmara de Vereadores com o índice de 5,38% e deve ser votado amanhã pelos parlamentares. No mesmo dia também deve ser submetido à votação matéria que concede o mesmo índice de aumento nos salários da prefeita, secretários municipais, chefes de autarquias e dos vereadores.

Com o reajuste, o salário do vereador chega a R$ 7.673,00, o da prefeita a R$ 17.370,00 e os dos assessores a R$ 7.135,00. Os valores apresentados são brutos, sem os devidos descontos.

SEM COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA