Câmara de João Monlevade tem reunião suspensa por luto

A Câmara de João Monlevade teve uma reunião atípica na tarde dessa quarta-feira (26). Os vereadores abriram mão de discussões por conta do falecimento de Ângela Maria Nasser Silvério, mãe do vice-presidente do Legislativo monlevadense, vereador Guilherme Nasser Silvério (PSDB). Apenas os projetos de lei que deram entrada na Casa e as Indicações foram lidas. O encontro durou pouco mais de trinta minutos.

A suspensão dos debates foi sugerida por Sinval Dias, colega de bancada de Nasser. O peesedebista justificou a ação para evitar embates no dia. “O clima  fica estranho”, falou. A sugestão foi acatada pelos demais vereadores.

Entre os projetos que deram entrada na Câmara está o da criação da Guarda Municipal. A iniciativa é da prefeita Simone Moreira (PSDB). Também tramitam mais três matérias de autoria do Executivo. Uma delas autoriza o município a disponibilizar espaço público para colocação de bancas, tendas ou barracas por vendedores ambulantes para fins de exercício de atividade econômica de vendedores ambulantes.

O terceiro projeto regulamenta a utilização de bens imóveis públicos. Ainda seguem em tramitação alteração em legislação municipal que institui o Plano de Cargos e Salários da Prefeitura de João Monlevade e um projeto de lei que autoriza a abertura de crédito especial.

Todas as matérias precisam ser submetidas à avaliações das Comissões temáticas do Legislativo antes de seguirem para votação em Plenário.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui