Câmara de Monlevade faz lançamento do Parlamento Jovem 

Estiveram presentes os jovens participantes, representantes de escolas (Maria Tereza Bicalho Acom/CMJM)

A Câmara Municipal de João Monlevade fez na tarde de hoje, 6, o lançamento oficial do projeto Parlamento Jovem Minas 2017. Estiveram presentes os jovens participantes, representantes de escolas e os vereadores Guilherme Nasser (PSDB), Belmar Diniz (PT), Cláudio Cebolinha (PTB), Fábio da Prohetel (PP), Thiago Titó (PDT) e Revetrie da Saúde (PMDB). Os demais vereadores justificaram ausência.

Todos os vereadores presentes fizeram uso da palavra e parabenizaram aos jovens pelo interesse em fazer parte da iniciativa. Guilherme Nasser, que representou o presidente da Câmara, Djalma Bastos (PSD) lembrou o histórico do projeto no Legislativo. “João Monlevade voltou a participar do Parlamento enquanto estive na presidência. Parabenizo ao atual presidente e demais vereadores por junto permanecermos com este incentivo à cidadania”, declarou.

Logo após, o aluno Lázaro Augusto, que participa do PJ pelo segundo ano consecutivo, falou sobre sua experiência. “Participei do Câmara Mirim e depois do Parlamento. A política está aí para ser discutida e influenciada por nós. Com o parlamento, pude perceber o quanto podemos fazer enquanto cidadãos”, disse Lázaro. Uma das coordenadoras do projeto no município, a assessora de Comunicação Cíntia Araújo, fez uma breve explanação sobre o projeto e ao final, a aluna Jamilli Lima fez uma apresentação musical aos presentes.

Polo Médio Piracicaba

O projeto, desenvolvido em parceria com a Assembleia Legislativa de Minas Gerais (ALMG) e a PUC Minas, tem como objetivo fomentar a formação dos jovens, de forma a incentivá-los a participar ativamente da política, propor melhorias e exercer de fato a cidadania. João Monlevade é a cidade da região que mais vezes participou do Parlamento Jovem e junto com São Gonçalo do Rio Abaixo, Itabira e Conceição do Mato Dentro, forma o Polo Médio Piracicaba.

A partir de agora, os jovens monlevadenses terão encontro semanais na sede do Legislativo, sempre à cerca do tema do projeto, que este ano é “Educação política nas escolas”. A previsão é de que mais alunos integrem ao projeto, assim que findar a greve nas escolas estaduais.

Crédito: Maria Tereza Bicalho

Julho 2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here