China permitirá acesso a trens apenas com documento de identidade

Os usuários das ferrovias de alta velocidade na China poderão entrar nos trens apenas com um documento de identidade a partir do próximo ano, sem necessidade de um bilhete físico, informou nesta terça-feira o jornal oficial “China Daily”.

A operadora ferroviária estatal, China Railway Corporation, confirmou que no ano que vem – ainda não há uma data concreta – este sistema será aplicado em nível nacional.

Os passageiros poderão entrar nos trens após escanear um documento de identidade chinês ou, no caso dos estrangeiros, uma permissão de residência permanente, eliminando a necessidade existente até agora de ter um bilhete, inclusive para os usuários que tenham feito uma reserva on-line.

Para os que não possam utilizar este sistema, a previsão é que possam utilizar um código QR – sistema similar ao código de barras que armazena informação em uma matriz de pontos que pode ser decodificada com dispositivos móveis.

A partir de 2019 este sistema poderá ser utilizado em qualquer estação de alta velocidade da China, embora desde 2011 já esteja permitido que os passageiros entrem nas linhas que unem Pequim com Tianjin e Pequim com Xangai com seu documento de identidade.

Atualmente, a obtenção do bilhete com máquinas que leem os documentos de identidade está disponível na maioria das grandes cidades da China, como Guangzhou e Shenzhen.

EFE / Pequim

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui