O período de férias escolares pode elevar a conta de energia, pois a tendência é que as pessoas fiquem mais tempo em casa. Por isso, a Cemig orienta os consumidores sobre o que fazer para não ter surpresas em relação a conta de energia.

Medidas simples podem fazer do retorno das férias um momento tranquilo, sem sustos ou prejuízos com a conta de luz. Na hora de viajar, por exemplo, retire os equipamentos eletroeletrônicos das tomadas, mantendo apenas aqueles essenciais à segurança e resfriamento de alimentos, por exemplo. Isso evita o consumo de aparelhos em stand-by, responsável por cerca de 15% da conta de energia.

Durante as férias, é comum aumentarmos o uso de aparelhos eletrônicos como DVDs e aparelhos de som, videogames, videokês, televisores, microcomputadores, tablets, celulares e brinquedos eletrônicos. Por isso, é sempre muito importante só deixar o aparelho ligado na tomada se realmente estiver usando. De acordo com Luciano Barreto, engenheiro de Eficiência Energética da Cemig, “para economizar é necessário que o consumidor retire o equipamento da tomada. Vale ressaltar, ainda, que os equipamentos mais antigos consomem mais, no modo de espera, do que os mais modernos”.

O computador também deve receber atenção. Apesar de estar preparado para funcionar durante horas seguidas e até dias, é importante desligá-lo, inclusive o estabilizador, em caso de viagem. Nas pequenas pausas, desligar o monitor conta e muito na hora de economizar energia. Ele é responsável por 70% do consumo desse equipamento.

É comum as crianças dormirem em frente à televisão ligada. Para evitar o desperdício de energia, caso isso aconteça, a dica é utilizar o temporizador para desligamento automático disponível na grande maioria dos televisores.

É importante estar atento ainda ao aumento do número de pessoas em casa, característico do período de férias, quando é comum receber visitas. Com mais pessoas em casa, aumenta a quantidade de banhos e uso do chuveiro, que é o equipamento que mais consome energia, devido à sua alta potência. “A recomendação para economizar energia com esse equipamento é reduzir o tempo de banho e, se possível, colocar o seletor de temperatura na posição ‘verão’, o que reduz a potência em 30% e proporciona uma redução no consumo ao final do mês de até 10%”, explica o engenheiro da Cemig.

Ainda de acordo com Luciano Barreto, a geladeira é o segundo equipamento que mais consome energia em uma residência, em virtude do “abre e fecha” ao longo do dia. Uma geladeira em bom estado de uso funciona 12 horas por dia, ou seja, 360 horas por mês. “É muito importante lembrar que alimentos ainda quentes não devem ser armazenados no eletrodoméstico, pois isso sobrecarrega o aparelho e consequentemente aumenta o consumo. Cuidados como esses podem colaborar para a economia no final do mês” reforça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui