Concessão da BR-381: Monlevade, Itabira e Prata terão praças de pedágio

A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) divulgou na tarde desta quarta-feira a proposta de edital de concessão da BR-381 e BR-262 em Minas e no Espirito Santo. A proposta prevê 11 praças de pedágio com valores que variam de R$ 8,54 para pista simples e R$ 11,10 para os locais duplicados. João Monlevade, Itabira e São Domingos do Prata estão na listagem das cidades onde haverá a cobrança do pedágio.

Trecho da concessão

Audiências públicas

A ANTT, abriu a audiência pública para receber contribuições sobre as minutas do edital de contrato e o programa de exploração. Estão marcadas quatro reuniões presenciais. A primeira delas ocorrerá em 1 de agosto, em Governador Valadares. No dia seguinte é a vez de Belo Horizonte. Também serão realizada uma audiência em Vitória, no dia 7 de agosto e outra no dia 8, dessa vez em Brasília.

Concessão de 30 anos

A proposta de edital de concessão da BR-381 e BR-262 em Minas e no Espirito Santo prevê 30 anos de concessão e investimentos de R$ 9,1 bilhões e R$ 5,6 bilhões em custos operacionais. Ainda de acordo com o modelo adotado, a “concessão consiste na exploração da infraestrutura e da prestação de serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação da capacidade das rodovias”.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui