Construtora é assaltada em João Monlevade

Na tarde da última sexta-feira (5), militares de João Monlevade compareceram no escritório e canteiro de obras da empresa Limac, no bairro Promorar, onde as vítimas relataram que dois indivíduos entraram pela porta do escritório com os rostos descobertos, depois cobriram a boca e o nariz com um pano. Aparentemente tinham idade de 19 a 20 anos, um deles portando um facão e o outro empunhando um objeto que aparentava ser uma arma de fogo, pequena e quadrada, e um aparelho de choque. Eles anunciaram o assalto e perguntaram sobre um funcionário que não estava no local no momento dos fatos, e a todo momento perguntavam onde está o dinheiro.

As vítimas responderam que não tinham dinheiro, momento que os autores exigiram que os celulares fossem colocados em cima de uma mesa, tendo evadindo instantes depois pelo pasto sentido bairro Campos Eliseos, tomando rumo ignorado.

Durante o roubo, uma das vítimas chegou a tomar um choque e os autores ainda quebraram o monitor de um computador. Foi informado pelas vítimas que, devido a uma falha no sistema, o pagamento para alguns dos funcionários estava sendo realizado no escritório, porém, por meio de depósito bancário.

Segundo a polícia, as vítimas acreditam que os autores tenham recebido essa informação e por isso acharam que teria dinheiro no local. Foram levados três aparelhos celulares dos funcionários, e apreendido o aparelho de choque deixado pelos autores durante a fuga. Até o momento, os autores não foram localizados.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui