O corpo de Raimundo permaneceu sobre a calçada por mais de 2h. Fotos: Bell Silva

Um homem identificado como Raimundo de Paula Fernandes, 56 anos, o “Dico”, morador do bairro Loanda, morreu por volta das 16h desta segunda-feira (15), em frente ao número 4.841 na Avenida Getúlio Vargas, em Canerinhos. A causa da morte é desconhecida.

Segundo informações ele ajudava a descarregar um móvel que seria levado para um o segundo andar de um prédio, quando teria passado mal ao subir uma escada de acesso ao imóvel.

Uma equipe do Serviço Voluntário de Resgate (Sevor) esteve no local, mas a vítima já não apresentava mais nenhum sinal vital e os socorristas puderam apenas constatar o óbito.

Duas viaturas da Polícia Militar também estiveram no local, e os militares isolaram a área e a Perícia Técnica da Polícia Civil chegou a ser acionada mas informou que não compareceria, segundo informou os militares que atendiam a ocorrência.

O corpo de Raimundo ficou sobre a calçada, na porta de uma loja coberto por um cobertor, por cerca de 2h30 até que familiares conseguiram que uma funerária da cidade fosse ao local e removesse o corpo para o Hospital Margarida, onde o médico plantonista iria providenciar a Certidão de óbito.

Populares que passavam pelo local se mostravam revoltados com a situação de ver o corpo ao solo aguardando a remoção.

Segundo informações do serviço funerário, em caso de não haver sinais de violência no corpo, tem sido comum da Perícia não comparecer e que essa situação tem causado transtornos tanto para eles quanto aos familiares das vítimas.

Nossa reportagem entrou em contato com a delegada adjunta Camila Batista Alves, da 4ª Delegacia Regional da Polícia Civil de João Monlevade, que informou que teria que verificar a ocorrência e as circunstâncias da morte e que se posicionaria pela manhã, uma vez que já não mais se encontrava na Delegacia.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui