Justiça está de olho em carros de som com propaganda eleitoral na cidade

A Justiça Eleitoral em João Monlevade alertou, nesta semana, para a correta utilização de carros de som, alto-falantes e amplificadores de som durante a campanha eleitoral deste ano.

Segundo o analista judiciário do Cartório Eleitoral de João Monlevade, Marlúcio da Conceição, esses equipamentos só podem ser utilizados das 8h às 22h e a uma distância de 200 metros de prédios públicos, escolas em funcionamento, hospitais, postos de saúde e igrejas. “Houve uma reunião na semana passada entre o juiz eleitoral e o comando da Polícia Militar para orientações sobre a utilização de carros de som. Na semana que vem, haverá outra reunião com as coligações, para evitar problemas com esse tipo de propaganda durante a campanha eleitoral”, salientou Marlúcio.

Ainda segundo o analista, as coligações foram oficiadas para fornecer os dados dos veículos e dos motoristas de carros de som na cidade. No caso de violação às regras estabelecidas pela legislação eleitoral, haverá a apreensão do veículo e aplicação de multas de R$2 mil a R$8 mil. Marlúcio informou que já houve denúncias no Cartório Eleitoral de uso irregular de carros de som na região central da cidade. “É importante frisar que a polícia também vai estar empenhada nesta questão e as coligações e candidatos devem ficar atentos à legislação”, disse o servidor.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui