Moradores que invadiram casas no Bairro Planalto tem até o dia 13 de setembro para desocuparem os imóveis

Unidades vão beneficiar famílias cuja renda é de até R$ 1,8 mil

Moradores que invadiram unidades do programa Minha Casa Minha Vida no Residencial Planalto João Monlevade, tem prazo até o dia 13 de setembro para desocupar os imóveis.

Depois desse prazo a Polícia Militar poderá usar de força para a reintegração de posse dos imóveis aos seus verdadeiros donos.

Ao todo 20 casas foram invadidas. Algumas delas, antes mesmo de ficarem prontas.

A informação da data limite foi dada pelo presidente da Câmara Municipal, Djalma Bastos (PSD) durante a reunião da Casa Legislativa desta quarta-feira (24).

Djalma explicou que durante reunião realizada na última terça-feira (23) entre a Polícia Militar, representantes do Ministério Público, Caixa Econômica Federal e da empresa Icasa, o major Jayme Alves informou que a reintegração de posse vai acontecer caso os moradores não desocupem os imóveis. “Os donos dos imóveis invadidos poderão recorrer a força policial para retirar os Invasores”, disse Djalma.

A Polícia Militar já está de posse das ordens Judiciais para a reintegração de posse.

O vereador disse ainda que o militar, inclusive, pediu apoio dos parlamentares no sentido de conscientizar os invasores e a população local, sobre a importância deles deixarem as casas de forma pacífica e evitar um confronto com a polícia.

Para o presidente da Câmara a atuação dos vereadores nesse momento é mais que necessária, além de fazer um apelo aos colegas para que participem da solução do problema, ele pediu especial atenção aos membros da Comissão de Política Urbana Rural e Habitação.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui