Motoristas de carretas e caminhões desrespeitam regras de trânsito

As carretas foram flagradas estacionadas sobre a ciclovia e passeio em frente ao Posto Longana

Carretas não respeitam placas de estacionamento proibido ao longo da avenida Wilson Alvarenga (Kátia Passos)

Há muito tempo motoristas e pedestres vêm sofrendo com o grande fluxo de caminhões pesados nas vias principais de João Monlevade, assim como o estacionamento desses veículos nas ruas. Alguns deles, ignoram até mesmo as regras de trânsito e ficam estacionados em locais proibidos.

Essa situação pode ser conferida constantemente na região do bairro Belmonte. Caminhoneiros desrespeitam a sinalização de trânsito e deixam os veículos pesados, durante a noite, em cima de calçadas e da ciclovia ao longo da avenida Wilson Alvarenga – entre o antigo Pronto Atendimento (PA) e o posto Longana.

Carretas também costumas ser deixadas na avenida Getúlio Vargas, próximo da Secretaria Municipal de Saúde. No local, há alguns meses, um carro de passeio foi prensado por um caminhão. No local, uma carreta estava estacionada em local proibido e o fato contribuiu com o acidente.

“As condições aqui estão péssimas por causa dessas carretas e eu não sei quem é que toma conta disso aí. Já colocaram placa de estacionamento proibido, mas não tem fiscalização.  Eles (os motoristas) não respeitam ninguém e essas carretas paradas podem causar acidentes”, falou o estudante Erlon Pinto de Oliveira. Ele costuma praticar corrida na pista onde as carretas ficam paradas no período noturno.

Procurado pela reportagem, Brenno Lima, chefe do Setor de Trânsito e Transporte da Prefeitura de João Monlevade (Settran), afirmou que o órgão tem notificado e multado motoristas e empresas que têm desrespeitado a sinalização no local mencionado pela reportagem. Ele também alegou que os motoristas têm aproveitado o horário noturno, quando os agentes do Settran não atuam, para cometerem as infrações.  “A insistência de alguns motoristas tem redundado em mais multas para as empresas que eles representam. Vamos solicitar a PM [Polícia Militar] que nos ajude nesta fiscalização nos horários em que nossos agentes estão fora de operação”, pontuou.

A Polícia Militar informou que vai intensificar a fiscalização no local e promover uma campanha de conscientização junto aos caminhoneiros para evitar esse tipo de infração. “Quando a Polícia Militar flagra este tipo de infração o motorista é multado. O que acontece é que como há um número muito grande de carretas na cidade, às vezes o motorista que é multado não estaciona mais, mas vem outro e pára nesses locais. Vamos fazer contato com o Settran para planejarmos uma ação para tentar coibir ainda mais esse tipo de infração. É importante que o motorista se conscientize de que o local delimitado para ciclovia e pedestres tem que ser respeitado. Estacionar sobre ciclovias e sobre o passeio a multa é de R$195,23 e o condutor perde 05 pontos na CNH”, disse o Tenente Geovani Melo, da 17ª Cia de Polícia Militar de João Monlevade.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui