Potencial nuclear dos Estados Unidos na gestão Tramp

Trump ameaçou  provocar uma paralisação parcial do governo se o Senado não autorizar os fundos para construir o muro na fronteira com o México

O presidente eleito dos Estados Unidos, Donald Trump, disse nesta quinta-feira (22) que seu país deve “expandir” a capacidade nuclear. “Os Estados Unidos devem reforçar e expandir muito sua capacidade nuclear até que o mundo tome consciência das armas nucleares”, escreveu em um tuíte após uma reunião com membros das áreas de inteligência e da segurança do país. As informações são da Agência Ansa.

O anúncio ocorre no dia em que o presidente russo, Vladimir Putin, ordenou um “reforço” no mesmo setor do país. “É necessário reforçar a capacidade militar das forças nucleares estratégicas, sobretudo com a ajuda de sistemas de mísseis capazes de atravessar sistemas de defesa antimísseis existentes ou futuros”, declarou Trump após reunião com militares russos.

Segundo a organização não governamental (ONG) Arms Control Association, atualmente, os norte-americanos possuem 7,1 mil armas nucleares contra 7,3 mil dos russos. As declarações evidenciam a constante tensão entre os dois governos, uma marca durante a gestão de Barack Obama, e apontam para um 2017 ainda mais conflituoso entre duas das mais poderosas nações do mundo.

Julho 2017

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here