Pré-conferência da Saúde em João Monlevade começa com lista de reclamação

As pré-conferências da Saúde começaram em João Monlevade com uma lista grande de reclamações. O primeiro encontro ocorreu nesta segunda-feira (25), na unidade de saúde do bairro Laranjeiras e reuniu 51 presentes, sendo apenas 22 usuários locais. A maior parte do público foi formado por funcionários comissionados da administração municipal.

Durante o encontro, os usuários reclamaram do atendimento prestado pelos responsáveis pelo ônibus que faz viagem diária para Belo Horizonte levando pacientes para  consultas médicas. Isso porque alguns usuários do transporte alegaram que quem não conhece a capital fica desnorteado sem saber como fazer para se deslocar até o local da consulta. Também foram registradas reclamações com o Serviço Complementar. A alegação é que os usuários ficam sem informações precisas.

A marcação de consultas pro meio da agenda aberta, a distribuição de medicamentos centralizada, a burocratização na distribuição dos selos para exames e a falta de educadores físicos (para atividades físicas dos idosos), foram outros pontos levantados pelos usuários no encontro. Eles ainda reclamaram que a comunidade está sem espaço junto à atual administração para apresentar suas demandas e que os problemas só são resolvidos de forma “individual e com jeitinho político”.

As reuniões das pré-conferências da Saúde são abertas à comunidade e acontecem nos postos, durante toda a semana, a partir das 19h (veja abaixo). Os encontros preparam a pauta para a 3ª Plenária Municipal de Saúde, com data prevista para o dia 12 de abril, na sede da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Rio Piracicaba (Amepi) e são realizados pela Prefeitura de João Monlevade e Conselho Municipal de Saúde.

Nas reuniões, a população poderá pontuar todas as questões relacionadas ao Sistema Único de Saúde (SUS). Os levantamentos servirão para avaliar o sistema e propor novas diretrizes para a formulação de políticas públicas do SUS em âmbito estadual e nacional.

A etapa municipal é preparatória para a etapa estadual (de 16 de abril a 15 de junho), em vista da 16ª Conferência Nacional de Saúde, com o tema “Democracia e Saúde: Saúde Como Direito e Consolidação dos Princípios e Financiamento do SUS” (entre os dias 4 e 7 de agosto, em Brasília). A participação nas etapas estaduais e nacional depende da escolha dos delegados nas etapas municipais e estaduais, respectivamente.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui