Rapaz é preso em Manhuaçu por apoiar ataque em escola de Suzano

Enquanto as famílias dos alunos e funcionários da Escola Estadual Raul Brasil, da cidade de Suzano, interior de São Paulo, velam seus mortos no massacre registrado na manhã de ontem (13) na cidade por dois atiradores que invadiram a escola, um rapaz de 18 anos foi preso na manhã de hoje (14), em Manhuaçu/MG, por apoiar este crime bárbaro que chocou o país.

De acordo com a Polícia Militar da cidade, recebeu diversas ligações de moradores locais denunciando que o jovem estava fazendo uso de seu perfil na rede social Facebook para efetuar postagem de forma a apoiar o fato grave ocorrido ontem em Suzano.

Segundo a polícia o rapaz detido expressava na rede social ter a intenção de produzir fato semelhante na Escola Estadual Ana Mendes, que fica no Distrito de São Pedro do Avaí, Zona Rural da cidade.

Militares foram até a casa do suspeito, e no caminho, deparam com ele na condução de uma motocicleta próximo à sua residência, sendo abordado e submetido à busca pessoal. Ele não possuía habilitação para conduzir o veículo e nem portava o documento de porte obrigatório da moto, que foi apreendida.

Os policiais estiveram na casa dele e durante buscas no local, nada de ilícito foi encontrado, segundo a polícia, no que se refere às denúncias feitas. Uma equipe da Polícia Civil também esteve na casa dele. De acordo com a polícia, no aparelho celular do rapaz havia várias conversas com pessoas de diversas partes do país, que continham ideias favoráveis à prática deste tipo de crime. O aparelho foi apreendido para ser periciado.

O rapaz foi preso em flagrante pelo cometimento do Crime de Apologia a Fato Criminoso e conduzido a Delegacia de Polícia Civil.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui