Servidores da Prefeitura recebem certificados de conclusão do curso de Libras

A tarde dessa quinta-feira (11) foi especial para 22 servidores da Prefeitura que concluíram o curso de Língua Brasileira de Sinais (libras). Iniciada em março deste ano, a capacitação foi promovida pela Superintendência de Recursos Humanos do Município, por meio da Diretoria de Desenvolvimento de Recursos Humanos (DDRH), com o objetivo de facilitar a vivência de pessoas surdas em situações comuns do dia a dia. A entrega dos certificados aconteceu no auditório da Prefeitura. Entre os presentes na solenidade estava a secretária municipal de Administração, Maria Regina Silva Oliveira Camilo.

De acordo com a diretora de Desenvolvimento de Recursos Humanos em exercício, Carlina Cassiane Costa Rodrigues, participaram do curso os servidores itabiranos em contato direto com a população. “Por meio dessa capacitação, esperamos que os servidores não tenham dificuldades em atender deficientes auditivos e, ao mesmo tempo, promover a inclusão das pessoas surdas na sociedade”, disse a diretora.

Para a servidora da Secretaria Municipal de Assistência Social, Bruna Eliana de Souza Teixeira, valeu a penar participar da capacitação. A assistente social contou que nesta semana atendeu a um deficiente auditivo e aproveitou para colocar em práticas as lições que aprendeu no curso.

“Nós que estamos na assistência, atendemos a todo tipo de público, principalmente àqueles ligados às questões de vulnerabilidade. E assim, vemos as dificuldades de uma forma geral. Essa semana, por exemplo, atendi a uma pessoa com deficiência auditiva e, se não tivesse feito esse curso, eu teria muita dificuldade para entendê-lo. Então, acredito isso é muito importante. A gente sempre tem que prestar um bom atendimento ao público”, explicou.

Após a entrega dos certificados, os alunos apresentaram mensagens de agradecimento na língua de sinais.

O Curso

É uma formação para nível básico, com carga horária de 40 horas. O treinamento foi ministrado pela professora da rede pública municipal e integrante do projeto Multiplicadores do DDRH, Simone de Oliveira e Silva é pedagoga, especialista em educação especial e intérprete de Libras pelo Centro de Capacitação de Profissionais da Educação e de Atendimento às Pessoas com Surdez (CAS). Esta é a segunda turma que conclui o curso.

Em tempo

Em 2002, a Língua Brasileira de Sinais (Libras) foi legalmente reconhecida e aceita como segunda língua oficial brasileira, por meio da Lei Federal nº 10.436. Em 2005, com o Decreto Federal nº 5.626, a Libras foi regulamentada como disciplina curricular.
Já em Itabira, o prefeito Ronaldo Magalhães sancionou a Lei nº 4.955, em abril de 2017, que reconhece oficialmente a língua de sinais como meio de comunicação objetiva e de uso recorrente no município, estabelecendo ainda, recursos nos orçamentos anuais e plurianuais que possibilitem capacitar professores, servidores e empregados públicos para o uso e difusão da Libras.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui