Até a próxima quarta-feira (19), o Governo do Estado reavaliará as condições de reabertura de academias, escolas de práticas esportivas e clubes sob os parâmetros do programa Minas Consciente.

A informação foi compartilhada pelo secretário adjunto da Secretaria de Estado de Saúde de Minas Gerais (SES-MG), Marcelo Cabral, em coletiva de imprensa nesta quinta-feira (13). Atualmente, atividade é considerada não essencial e de alto risco de contágio de Covid-19 e estão incluídas na onda verde, do programa estadual. Com a reavaliação, o risco da abertura pode ser considerado mais baixo e as academias podem passar a outras ondas.

O Minas Consciente divide as atividades em três ondas: vermelha, apenas atividades essenciais podem ser abertas; amarela, as atividades não essenciais consideradas de baixo risco de disseminação da Covid-19 podem reabrir e, por fim, na verde, há aval para funcionamento de atividades não essenciais com risco mais elevado.

João Monlevade

João Monlevade aderiu ao programa e está enquadrada na onda amarela. Nessa semana, a administração municipal publicou decreto autorizando a abertura de restaurantes, bares e lanchonetes com consumo no local. Também podem abrir outros segmentos como ensino de esportes, ensino de dança, ensino de artes cênicas, ensino de música, ensino de idiomas, treinamento de informática, treinamento em desenvolvimento profissional e gerencial e cursos preparatórios para concursos.

Todos os outros comércios que já se encontravam com liberação permanecem abertos. Os locais com permissão para funcionar devem seguir os protocolos por segmento. A Prefeitura divulgou apenas links com as informações contida no programa Minas Consciente, sem detalhar sobre o funcionamento dos estabelecimentos na cidade. Portanto o comerciante que reabrir o estabelecimento precisa ficar atentos às regras do Plano Minas Consciente.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui