Após a conclusão do curso todos receberam uma senha para acessarem o sistema de registro de Reds e os diplomas de conclusão do curso

Foi encerrado na tarde desta quarta-feira (22) o treinamento dos agentes de segurança penitenciários, de João Monlevade e região, para o preenchimento do Registro de Eventos de Defesa Social (Reds), das ocorrências dentro das unidades prisionais.

Ao todo 19 agentes passaram pelo primeiro curso que foi realizado no laboratório de informática da Rede de Ensino Doctum no Bairro Vila Tanque, com duração de 24 horas de aulas foram ministradas por instrutores da Secretaria de Estado de Administração Prisional (Seap), Márcio da Silva Pinto e Patrícia Angel Lucia Pereira.

Segundo Márcio a finalidade do curso é capacitar os agentes que atuam nos presídios de João Monlevade, Itabira, Rio Piracicaba e Barão de Cocais para que em caso de uma ocorrência na área interna da unidade prisional os próprios agentes possam confeccionar os Reds.”Com isso não será mais necessário nós solicitarmos a Polícia Militar para nos atender. A princípio foi liberado para nós 10 naturezas de ocorrências de crimes praticados nas unidades como tráfico de drogas, apreensão de arma branca conhecidos como chuço, apreensão de celular, crimes de ameaças, desacato dente outros”, pontuou.

Outra vantagem dos agentes assumirem essa função, segundo Patrícia Angel, é uma maior atuação da Polícia Militar em atender a sociedade. “O tempo que ela perdia para estar atendendo as unidades prisionais, hoje ela pode estar em rodas ostensivas e atendendo os chamados da população. Pelo projeto inicial será capacitado 175 agentes e até junho o curso será estendido à todos os profissionais da área de segurança em presídios do Estado”, disse a agente. Logo após o feriado de Carnaval uma segunda turma, com 20 agentes, passará pelo curso.

Após a conclusão do curso todos receberam uma senha para acessarem o sistema de registro de Reds e os diplomas de conclusão do curso.

Como forma de reconhecimento pela disposição dos agentes instrutores, que ministraram o curso de forma voluntária, eles foram homenageados com uma placa.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui