Alunos do Parlamento Jovem recebem certificado da Câmara de São Gonçalo

A Câmara Municipal de São Gonçalo do Rio Abaixo encerrou na noite desta quarta-feira, 16, as atividades do projeto Parlamento Jovem 2019. O evento foi realizado na sede do legislativo e contou com a presença dos alunos participantes, parceiros do projeto e autoridades.

Na oportunidade, 35 jovens receberam um certificado de participação.

O estudante Tamires dos Reis Silvério falou da sua experiência no projeto. O aluno Luan Henrique dos Santos e Lucas Afonso Magalhães representaram o município durante a plenária Regional do Projeto na cidade de Belo Horizonte. Para Luan, o PJ foi uma oportunidade para conhecer mais sobre a política além de poder contribuir para a elaboração de projetos que irão beneficiar várias pessoas. “Quero parabenizar o presidente da Câmara e aos demais vereadores, por investir em um projeto de muita importância na vida do jovem São Gonçalense”, falou.

Os vereadores também fizeram o uso da palavra para parabenizar os jovens e destacar a importância deles na política.

O presidente da Casa Flávio Silva de Oliveira falou da satisfação em ver os jovens se interessarem pelas questões que atingem toda a sociedade. “Ver os jovens se interessarem pela política é motivo de orgulho para nós. São eles que irão definir o futuro das próximas gerações. Prepará-los para esta tarefa é um dever de todos nós”, falou.

O Projeto

O Parlamento Jovem é um programa de educação política dirigido aos estudantes do ensino médio de escolas públicas e particulares. Ele está na 16ª edição. O projeto é desenvolvido e coordenado pela Assembleia Legislativa de Minas, através da Escola do Legislativo e as Câmaras Municipais.

O Parlamento Jovem tem o objetivo de despertar nos estudantes o interesse pela política além de estimular e desenvolver um senso crítico e de discussão acerca de temas importantes para a sociedade.

A cidade de São Gonçalo integrou o polo Metropolitano 2, formado também pelas cidades de Itabira, João Monlevade, Catas Altas, Alvorada de Minas, Sabinópolis e Conceição do Mato Dentro.

O tema discutido este ano foi Discriminação Étnico Racial.

Palestras, debates, cursos e bate papos fizeram parte das atividades do projeto e contribuíram para que as propostas fossem elaboradas. Para 2019, o tema a ser estudado será Meio Ambiente e desenvolvimento sustentável.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui