Ameaça de barragem provoca mudança de endereço do Fórum de Barão

Enquanto durarem as medidas de prevenção à pandemia da covid-19, o horário de atendimento presencial será das 11 às 17h (Renata Caldeira/TJMG/Divulgação)

A ameaça de rompimento da barragem Sul Superior da Mina Gongo Soco, da Mineradora Vale, levou o Tribunal de Justiça de Minas Gerais (TJMG) a transferir as audiências do fórum de Barão de Cocais, região central de Minas, para um local mais seguro, fora da área de risco de inundação pela lama.

A partir desta quarta-feira (3), as audiências serão realizadas na rua Padre Mauro Farias, no Bairro Viúva, próximo à Secretaria de Educação. A medida, segundo o TJMG, é para garantir a segurança dos cidadãos, magistrados, funcionários e profissionais que atuam no fórum daquela cidade.

Ainda de acordo com o TJMG, a mudança vai persistir enquanto a ameaça de rompimento de barragem da mineradora Vale permanecer.

A Mina de Gongo Soco está situada na comunidade de Socorro. O Fórum Desembargador Omar Avelino Soares encontra-se na área de alagamento do rio São João, reforça o Tribunal.

O prédio chegou a ser evacuado em 23 de março o edifício, quando o risco de rompimento da barragem foi elevado do nível 2 para o 3 e as sirenes foram acionadas.

Os prazos processuais foram suspensos por cinco dias e os autos transportados para outro imóvel, mediante convênio com a prefeitura local. A medida consta de portaria da juíza Renata Nascimento Borges.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui