União e mobilização conjunta para que a efetiva duplicação da BR-381 e 262 saia do papel e beneficie a região do Médio Piracicaba. Esse foi o apelo do presidente da Associação dos Municípios da Microrregião do Médio Piracicaba (Amepi), o prefeito de São Domingos do Prata, Fernando Rolla (Avante), durante o 1º Encontro Inter-regional, promovido pela entidade.

O evento, na manhã desta sexta-feira (29), em João Monlevade, contou com a presença de dezenas de lideranças políticas e empresariais da região e do estado e levantou debates importantes sobre as obras de duplicação e a concessão à iniciativa privada, das BR-381 e BR-262. “Temos que mobilizar as lideranças regionais para lutarem por essa duplicação que se arrasta há 30 anos. Outras rodovias, em outras regiões, já foram duplicadas, e a BR-381 ainda não. Está faltando união e precisamos mudar esse quadrourgentemente, defendeu Fernando.

Continue lendo após o anúncio

Em seu discurso na abertura dos trabalhos, Fernando Rolla falou que a obra, esperada por anos, é fundamental para o desenvolvimento regional. Ele lembrou das empresas situadas no Médio Piracicaba e as riquezas que passam pela região e que que movimentam 25% do PIB do Estado. Fernando também lamentou as vidas perdidas em acidentes, na chamada Rodovia da Morte e pediu empenho para que ela se transforme em rodovia da vida e do progresso. Ele defendeu que a duplicação mantenha seu traçado original, passando por João Monlevade, descartando a variante pelo Rio Una.

O vice-presidente da Amepi e prefeito de Itabira, Marco Antônio Lage (PSB) também discursou e destacou a importância da duplicação para a logística necessária para o desenvolvimento regional, integrando as cidades e promovendo mais crescimento.

O prefeito anfitrião, Laércio Ribeiro (PT) também defendeu que a duplicação da BR 381 leve em consideração o atual traçado da rodovia, que passa pela região do bairro Cruzeiro Celeste em João Monlevade para não haver prejuízos para o município.

Projeto

O superintendente de Infraestrutura Rodoviária daAgência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Marcelo Alcides dos Santos, apresentou o projeto e destacou detalhes positivos. Segundo ele, está previsto que o contrato com a empresa vencedora da licitação seja assinado no primeiro trimestre do próximo ano e, a partir daí, será dada a ordem de serviço para começo das obras. “No projeto de concessão, a ANTT exige correção de situações de risco emergencial, melhorias na pavimentação, na sinalização e na segurança para o usuário”, afirmou. Segundo ele, a sociedade vai ver rapidamente o impacto das obras e a ANTT estará presente para que a sociedade possa acompanhar a operação.

Uma das obras mais importante do país

Presidente Fernando Rolla cobra mais união e mobilização
em evento prestigiado por lideranças políticas e empresariais

Presente ao encontro, o diretor jurídico da presidência do Senado e ex diretor diretor-geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), Alexandre Silveira, garantiu que a duplicação da 381 está muito próxima e que essa é uma das mais importantes obras rodoviárias do país na atualidade. Silveira representou o presidente do Congresso Nacional, senador Rodrigo Pacheco (PSD) e disse que o ministro da Infraestrutura, Tarcísio Gomes de Freitas também tem grandes expectativas para as obras, iniciadas em breve. “As obras são fundamentais para o desenvolvimento econômico e social não somente aqui da região, mas para toda Minas Gerais. O projeto de concessão é muito bem-feito, atende ao interesse público, vai trazer mais segurança para os usuários e gerar milhares de empregos, aumentando a renda para a população da região”, assinalou Silveira. Ele destacou a luta pela duplicação desde quando esteve à frente do DNIT.

Presencias

Os deputados estaduais Bernardo Mucida (PSD), Tito Torres (PSDB), Gustavo Santana (PL), Cristiano Silveira (PT), Rosângela Reis (Podemos), Celinho do Sintrocel(PCdoB) discursam a favor das obras de duplicação, assim como os deputados federais Reginaldo Lopes (PT), Wadson Ribeiro (PCdoB) e Hercílio Coelho Diniz (MDB) que também cobraram a duplicação e melhorias das rodovias.

Também participaram do encontro os prefeitos Nozinho (PDT), de São Gonçalo do Rio Abaixo; José Roberto Gariff (PSB), de São José do Goiabal; Samantha Avila(PSDB), de Bela Vista de Minas; Alcemir Moreira (DEM), de Santa Bárbara; Pedro Dos Santos Moreira, o Pedrada (MDB), de Bom Jesus do Amparo; José Bráulio Aleixo (PTB), prefeito de Dom Silvério; Eder Eloi Alves Pena (MDB), prefeito de Sem Peixe; o prefeito de Rio Casca, Adriano de Almeida Álvares (PP); prefeito de Coronel Fabriciano e vice-presidente da Associação Mineira dos Municípios (AMM), Marcos Vinícius da Silva (PSDB); o prefeito de Ferros, Raimundo Menezes de Carvalho Filho, o Diquinho (PSD), de Ferros. O prefeito de Iapu, José Pereira Viana, o Pezão (PSDB) e a prefeita de Vargem Alegre, Maria Cecilia da Costa Garcia, a Cilinha (PSD).

Ainda presentes, o diretor da Associação Comercial Industrial de Serviços e Agropecuária de Itabira (ACITA), Eugênio Müller, o vice-prefeito de Joao Monlevade, Fabrício Lopes (Avante); o vice-prefeito de Bom Jesus do Amparo, Vicente Ribeiro (MDB); o vice-prefeito de Nova Era, Moriá Domingues (PSL); a vice-prefeita de Rio Piracicaba, Aparecida Oliveira (Cidadania).  Opresidente da Câmara Municipal de João Monlevade, Gustavo Maciel (Podemos) e os vereadores de João Monlevade Fernando Linhares (DEM), Doró da Saúde (PSD), Thiago Titó (PDT), Marquinho Dornelas (PDT), Leles Pontes (Republicanos), Vanderlei Miranda (PL), Rael Alves (PSDB), Bruno “Cabeção” (Avante) eGustavo Prandini (PTB).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui