Antes de ser morto, homem foi à igreja com a irmã e disse que os dois iriam morrer

Um homem, de 47 anos, foi morto por volta das 22h40 deste domingo (13), na cidade de Nova Era. Nessa segunda-feira, a reportagem do site O Popular teve acesse ao Boletim de Ocorrência registrado pela Polícia Militar.

Consta no documento que antes de ser morto, a vítima, A. S. da C, foi à igreja com sua irmã. No caminho para casa, ele teria dito que ambos iriam morrer juntamente com outra pessoa. A vítima disse que “mataria” e depois cometeria suicídio.

A irmã do homem, de 63 anos, contou para a polícia que algum tempo depois de chegar em casa, seu irmão começou a bater na porta da residência dela com uma marreta. Depois, ele quebrou o vidro da janela para entrar no local. Ao perceber o perigo, a mulher fugiu pelos fundos indo se abrigar na casa do sobrinho, de 27 anos.

A irmão, segundo a narrativa da polícia, seguiu a irmã e também foi para a casa do sobrinho. No local, ele desferiu um golpe de marreta na cabeça da mulher. Neste momento, o sobrinho conseguiu tomar a marreta da mão de vítima que se armou com  um martelo e passou a golpear o rapaz, que se defendeu com a marreta.

Depois que as duas ferramentas quebraram os cabos de madeira, A. S. da C, pegou uma picareta e desferiu um golpe na cabeça do sobrinho e, em uma das tentativas de desferir mais golpes, a picareta chocou na parede e quebrou o cabo de madeira.

O sobrinho então pegou o cabo de madeira da picareta e desferiu alguns golpes na região torácica do tio, que caiu perto da porta da casa, batendo a cabeça no degrau. O homem morreu.

Tia e sobrinho foram encaminhados ao hospital onde foram atendidos e liberados pelo médico de plantão. O rapaz foi preso em flagrante por homicídio e conduzido até a delegacia de polícia para providências subsequentes.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui