A Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), deve lançar ainda neste ano o edital de concessão das rodovias BR-381/262 (MG/ES), para que os leilões possam ser realizados pelo governo federal em 2020.  O projeto passa por avaliação em uma série de audiências públicas- assim, ainda não se sabe se todas as inovações propostas pelo poder concedente serão efetivamente incorporadas aos contratos dessas rodovias.

As concessões das BR-381/262 envolvem duplicações integrais das vias. Conforme o edital está previsto 30 anos de concessão e investimentos de R$ 9,1 bilhões e R$ 5,6 bilhões em custos operacionais.

Ainda de acordo com o modelo adotado, a “concessão consiste na exploração da infraestrutura e da prestação de serviço público de recuperação, conservação, manutenção, operação, implantação de melhorias e ampliação da capacidade das rodovias”.

A proposta de concessão das estradas prevê 11 praças de pedágio com valores que variam de R$ 8,54 para pista simples e R$ 11,10 para os locais duplicados. João Monlevade, Itabira e São Domingos do Prata estão na listagem das cidades onde haverá a cobrança do pedágio.

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui