Pesquisadores da Fiocruz e do Instituto Butantan estão usando a inteligência artificial para identificar o som da tosse de pacientes infectados pela Covid-19.

A tecnologia chamada SoundCov, desenvolvida junto com a Intel, é um aplicativo capaz de reconhecer a presença do novo coronavírus nos sons emitidos pela tosse e, assim, ajudar no diagnóstico precoce da doença.

A primeira etapa da pesquisa é o reconhecimento da tosse pelo sistema. Os pesquisadores querem reunir, pelo menos, 900 amostras. Sendo 300 de pacientes com Covid-19; 300 de pacientes com outras doenças pulmonares; e 300 de pacientes saudáveis.

O coordenador do estudo, Júlio Croda, da Fiocruz, diz que qualquer pessoa com mais de 18 anos, em todo o país, pode participar. Basta gravar a tosse com o celular e enviar o áudio pela internet, para soundcov.com. junto com o laudo comprovando a Covid-19 ou outra doença pulmonar.

Segundo ele, os registros de tosse de pessoas saudáveis estão completos. De pacientes com a Covid faltam 142; e de pacientes com outras doenças pulmonares faltam 169.

Na segunda etapa, o sistema já estará validado e quando a pessoa gravar sua tosse, vai receber um feedback dizendo se ele tem chance ou não de ter a doença.

Para o infectologista, a participação de todos é muito importante nessa busca pelo controle do novo coronavírus. Júlio Croda enfatiza que o aplicativo é gratuito e será oferecido aos governos municipais e estaduais.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui