Depois de uma funcionária ser agredida e assaltada dentro da matriz Nossa Senhora da Conceição, no bairro Carneirinhos, em João Monlevade, no início desta semana, o templo foi fechado.

Conforme o o Vigário Episcopal, Marco José de Almeida, não há previsão de reabertura aos fiéis. Isso porque a igreja estuda meios de reforçar a segurança no local. “Temos que reforçar a segurança porque estamos todos sujeitos a essa violência”, disse taxativo o padre Marcos.

Desde a pandemia a igreja estava recebendo fieis para missas. Há alguns dias, foi autorizada a abertura para quem quisesse fazer orações na parte da manhã.

Essa não é a primeira vez que a matriz é alvo de ação de criminosos. Há alguns anos, uma peça da pia batismal foi furtada. Depois do episódio, a igreja ficou um bom tempo fechada aos fiéis no horário do almoço.

Crime

A funcionária da igreja fazia a limpeza do lugar quando foi surpreendida por um homem que a atacou com socos na cabeça. A mulher se feriu e precisou de atendimento médico. O bandido fugiu com o celular dela.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui