Após mudança de critérios sobre o Coronavírus, paciente segue monitorada em João Monlevade

De acordo com o Ministério da Saúde, a partir desta segunda-feira (2), foram alterados alguns critérios para notificação de casos suspeitos de Coronavírus. Diante disso, a paciente que esteve com possível suspeita na última sexta-feira (28), vinda da Itália, agora se enquadra como “caso suspeito de Coronavírus”, e exames já foram colhidos e enviados à Funed, em Belo Horizonte, para confirmação.

Segundo a Secretaria de Saúde de João Monlevade, não há motivo para pânico, uma vez que a paciente encontra-se acompanhada pela Vigilância Epidemiológica e já não apresenta mais sinais de gripe, sendo necessária manter restrição domiciliar e acompanhamento até, no mínimo, 14 dias após à chegada dela ao Brasil.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui