ArcelorMittal Monlevade faz repasse de R$ 285 mil ao “Cidadãos do Amanhã”

Para João Monlevade, repasse ao CMDCA foi de R$ 255 mil (Foto: Gilson Elói/O Celeste)

A ArcelorMittal Monlevade promoveu nesta quarta-feira (17), evento social no qual a siderúrgica apresentou os resultados dos projetos sociais que a empresa desenvolveu em João Monlevade e outras cidades da região do Médio Piracicaba no ano passado.

No evento também foi feita a oficialização do repasse dos recursos obtidos pelo programa Cidadãos do Amanhã aos Fundos da Infância e Adolescência (FIA) das cidades de São Domingos do Prata (R$ 20 mil), Nova Era ( R$ 10 mil) e João Monlevade (R$ 255.102,31), o que totalizou R$ 285.102,31.

Os recursos são provenientes de contribuições de empregados, prestadores de serviços, familiares e da própria ArcelorMittal, que são feitas através da doação em dinheiro ou por meio da destinação para o FIA de até 6% do imposto de renda devido.

A apresentação de resultados ocorreu no Salão Nobre do Real Esporte Clube. O vice-prefeito de João Monlevade, Fabrício Lopes, pontuou que o repasse para as instituições de João Monlevade tem valor substancial para a continuidade de projetos. Ele frisou a dificuldade que algumas entidades ainda enfrentam com a implementação do Marco Regulatório – que impõe novas formas do poder público em repassar verbas, por exemplo, para trabalhos específicos de entidades sem fins lucrativos. Segundo o vice-prefeito, por conta da exigência de documentação, a equipe da assessoria jurídica do município será mobilizada para que os recursos cheguem ao menor tempo possível às contas das entidades que devem ser beneficiadas.

O gerente de Recursos Humanos da ArcelorMittal, Usina de Monlevade, Vander Ferraz Neves apresentou números para exemplificar o trabalho da Fundação ArcelorMittal, que completou 30 anos, beneficiando 9 milhões de pessoas em três décadas de trabalhos sociais. Conforme os dados mostrados, somente no ano passado, o projeto Cidadãos do Amanhã arrecadou R$ 4,2 milhões, ajudando a 427 mil pessoas em 45 cidades brasileiras. “Números significativos e que mostram a grandeza do trabalho social”, disse o gerente.

Vander Neves também detalhou alguns números relacionadas à usina de João Monlevade e o município. Segundo ele, em 2018, a siderúrgica pagou R$ 2,8 milhões em IPTU, recolheu R$ 7,5 milhões de ISS e outros R$ 181 mil de ICMS e ainda investiu R$ 400 mil em compra de serviços diversos em empresas da cidade.

Projetos sociais 

A apresentação dos resultados destacou a abrangência de cada projeto desenvolvido pela ArcelarMittal Monlevade, o número de pessoas beneficiadas e os investimentos feitos pela empresa em cada um deles. Os projetos e programas desenvolvidos pela usina da ArcelorMittal na região abrangeram os municípios de João Monlevade, Nova Era, Rio Piracicaba e São Domingos do Prata. Por meio da Fundação ArcelorMittal, a empresa focou seus investimentos em projetos nas áreas de Educação, Meio Ambiente, Arte e Cultura, Esporte e Promoção Social, sendo a maior parte deles através de parcerias e com caráter continuado.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui