Os artistas de João Monlevade podem ser mais valorizados pela administração municipal com um projeto de lei que tramita na Câmara Municipal. A matéria, de número 968/2017, é de autoria do vereador Thiago Araújo (Titó-PDT) e propõe na cidade a essencialidade de apresentação de cantores, instrumentistas, bandas ou conjunto musicais, que tenham comprovação de área cultural, para abertura ou fechamento dos shows ou eventos públicos financiados com recursos do poder público municipal.

Titó justifica a iniciativa como forma de “garantir espaço de apresentação para o artista local, que tanta dificuldade encontra para expor o seu trabalho”. Ele também afirma que “os artistas, especialmente os que vivem longe dos grandes centros urbanos encontram pouco ou nenhum espaço na mídia, cuja programação se apoia em interesses mais comerciais que artísticos ou culturais (…) assim, a música local tende a não estimular os grandes investimentos das empresas que participam dos atuais mecanismos de financiamento. (…) essa proposta busca corrigir essa distorção (…) é preciso, portanto, que o Poder Público garanta a preservação da multiplicidade de manifestações musicais”.

O projeto ainda precisa tramitar nas comissões temáticas da Casa antes de seguir para votação dos vereadores em Plenário. Se aprovado, a matéria passa a vigorar após a sua sanção pela prefeita Simone Carvalho (PSDB).

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui