Também participa do mutirão a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), com um caminhão para recolher os resíduos e materiais que os moradores descartarem e coletores de lixo

A Associação Comunitária dos Amigos do bairro Novo Amazonas solicitou à Prefeitura de Itabira, por meio da Secretaria Municipal de Saúde (SMS), apoio para realizar um mutirão de limpeza com o objetivo de eliminar os focos de dengue no bairro, neste sábado (04/02), a partir das 8 horas.

De acordo com Fernando Muniz da Neiva, presidente da associação do bairro Novo Amazonas e secretário de Auditoria Interna e Controladoria, o índice de infestação no bairro Novo Amazonas, divulgado pelo Levantamento de Índice Rápido do Aedes aegypti (Liraa), no mês passado, foi de 8,16% que, segundo a Organização Mundial de Saúde (OMS), é um percentual classificado como risco de surto. “Nós estamos preocupados com esse índice e queremos eliminar criadouros e possíveis focos. Apesar de não ser o pior índice do Liraa, é uma situação intermediária que traz uma falsa sensação de tranquilidade, o que é perigoso”, afirmou Fernando Muniz.

Segundo informação de Natália Andrade, diretora de Vigilância Epidemiológica, a Prefeitura participa do mutirão com 25 agentes comunitários de endemias (ACE), sendo dez agentes que atuam na região e 15 de outras localidades. “Os agentes que já trabalham no bairro farão identificação de focos e tratamento de focos com larvicida, os outros (agentes) irão panfletar, orientar e tirar dúvidas da população”, explicou Natália. Ainda segundo ela, outros funcionários da SMS visitarão os pontos comerciais para fixar cartazes sobre o mosquito Aedes aegypti e animais peçonhentos. “A pedido do Fernando (Muniz), nós também vamos levar material informativo sobre escorpião, pois a incidência é grande no bairro. Além disso, vamos reforçar que o Aedes aegypti não é vetor só da dengue, é também da chikungunya, zika e febre amarela”, lembrou a diretora.

Também participa do mutirão a Empresa de Desenvolvimento de Itabira (Itaurb), com um caminhão para recolher os resíduos e materiais que os moradores descartarem e coletores de lixo. “Por isso, pedimos que a população do bairro aproveite e faça um bota-fora no sábado, eliminando tudo que possa ser criadouro do mosquito e que não sirva mais”, ressaltou Natália Andrade.

No entanto, os trabalhos de combate ao mosquito Aedes aegypti começam amanhã (02/02), às 19h30, na quadra esportiva do bairro – rua Santa Catarina, número 145 – onde Thereza Cristina Oliveira Andrade, superintendente de Vigilância em Saúde, irá ministrar uma palestra sobre o assunto. Embora seja aberta ao público do bairro, o objetivo da palestra é orientar cerca de 30 moradores que estarão diretamente envolvidos com os agentes comunitários da Prefeitura no trabalho de informação porta a porta.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui