Atriz monlevadense lança livro infantil que alerta contra abusos

Escritora Janaína ao lado ilustrador Laz Muniz, durante lançamento do “Medo e a Coragem” em Belo Horizonte

A atriz, escritora, cantora e compositora monlevadense, Janaína Starling lança, no próximo dia 2 de junho, em João Monlevade, seu primeiro livro infantil: “O Medo e a Coragem”, ilustrado pelo artista Laz Muniz. O lançamento será na Fundação Casa de Cultura, às 19h, com entrada franca.

A obra, segundo a escritora é uma estória feita em versos que busca sensibilizar crianças e adolescentes para enfrentarem e, sobretudo, denunciarem abusos como pedofilia, trabalho infantil e demais atos criminosos segundo a lei brasileira, mas que ficam muitas vezes impunes, por falta de coragem das vítimas em relatar os episódios.

Segundo a autora, o trabalho é uma contribuição na luta contra os abusos sofridos por crianças e adolescentes. “Espero com este trabalho contribuir para que amanhã haja menos adultos crescidos sob a dor do silêncio e menos impunidade. E que mais crianças encontrem, hoje, um apoio para, do seu modo, conseguirem se defender. Sabemos que esse é um crime grave, que acontece, na maioria das vezes, dentro das casas”, diz a artista.

Ainda segundo Janaína, o livro “O Medo e a Coragem” pode ser trabalhado em salas de aula, com grupos de jovens, em creches e demais espaços de saber que envolvam crianças e adolescentes. A escritora também chama a atenção dos poderes públicos, de pais, professores e demais profissionais de educação sobre a importância da obra. Segundo ela, quanto mais crianças e adolescentes lerem o trabalho, mais eles terão conhecimento sobre os seus direitos e garantias de proteção. “Na obra, também falo e divulgo o Disque 100, número do Departamento de Ouvidoria Nacional dos Direitos Humanos, que recebe denúncias de abusos contra crianças, jovens e idosos. A ligação é grátis e basta ter coragem de denunciar os casos de violência”, reforça.

A Autora

Janaína Starling tem 41 anos, é monlevadense e morou na cidade até os 17 anos, quando terminou o Ensino Médio, no Centro Tecnológico (Centec). Ela trabalha com teatro há mais de uma década e é vencedora do Prêmio Usiminas SINPARC como Atriz Revelação no Teatro Infantil. Na área artística, também é percursionista, cantora e compositora.

Ela coordena o grupo de Teatro de Mobilização – Teatro Mobs, da Secretaria de Políticas Sociais da Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, que encena peças de cunho educativo e social, para crianças e adultos, em toda a capital mineira. Casada com o músico guitarrista Sérgio Geleia, a autora dedicou o primeiro livro aos filhos Jorge de 8 anos e Iara, de 13, além de todas as crianças. Atualmente, Janaína Starling está em cartaz com a peça “As meninas de Madame Mimi”, que tem texto de Rogério Falabela e dirigido por ela em parceria com Carluty Ferreira. No palco, a atriz contracena com a atriz Wilma Henriques, de 86 anos, considerada a diva do Teatro Mineiro.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui