Durante a reunião foi aprovado em redação final o projeto de Lei 1.195, de iniciativa do Executivo, que estabelece diretrizes para a Política Municipal de Cultura e institui o Sistema Municipal de Cultura – SMC

Nessa quarta-feira, 6, durante a reunião ordinária, os vereadores aprovaram o Requerimento 44 de autoria do vereador Fernando Linhares (DEM) que solicita Audiência Pública para tratar sobre o trânsito da rua Eduardo Dias (antiga rua Dois) no bairro Loanda.

De acordo com Fernando, o objetivo é discutir a situação da trafegabilidade, circulação, sinalização e estacionamento no local. Segundo Linhares, diversos moradores o procuraram relatando o problema na via. “Esta rua vem enfrentando problemas há anos, sem solução. É uma via importante, embora curta, que faz ligação entre a avenida Candido Dias e Armando Farjado, por onde passam centenas de veículos e pedestres todos os dias. Esta audiência Pública é para que juntos possamos buscar soluções para o local”, disse.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

Para a Audiência serão convidados representantes do Settran, Secretaria Municipal de Serviços Urbanos, Assessoria de Governo, Jurídico Municipal, moradores e empresários do local.

Aprovações de Projetos

Durante a reunião foi aprovado em redação final o projeto de Lei 1.195, de iniciativa do Executivo, que estabelece diretrizes para a Política Municipal de Cultura e institui o Sistema Municipal de Cultura – SMC.

Também em redação final, aprovado o projeto de Lei 1.205 que dispõe sobre a criação do Selo “AL” – Amigo Legal para as Universidades, Centros Universitários e Instituições de Ensino que estimularem o Trote Solidário Animal, Cultural e Ambiental no município de João Monlevade e dá outras providências. A matéria de autoria do vereador Belmar Diniz.

O vereador Vanderlei Miranda (PL), pediu vistas ao projeto de lei 1.208/2021, de iniciativa do executivo. A matéria aprova o segundo aditivo ao acordo coletivo firmado entre a Administração Pública Municipal e o Sintramon e tem como objetivo atrair os servidores para aderirem ao PAI – Programa de Aposentadoria Incentivada. Segundo Vanderlei, os contemplados pelo projeto não teriam conhecimento da matéria, e por isto, ele solicitou uma reunião para que o assunto fosse esclarecido. A vista concedida foi de 7 dias.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui