O acusado foi transferido ontem (22) para Santa Luzia, onde vai responder pelo crime. Fotos: PCMG

Após matar uma mulher de 26 anos, a facadas no final de janeiro deste ano na cidade de Lagoa Santa na região metropolitana de Belo Horizonte, o acusado fugiu a pé para o Espírito Santo, em uma viagem quem durou 13 dias, onde acabou preso na última quarta-feira (21), na cidade de Guarapari, no sul do estado. Ele vendia picolé em uma praia da região e foi preso no local de trabalho.

Segundo a Polícia Civil, foi montada uma operação conjunta da Polícia de Minas Gerais e a do Espírito Santo para prender Quene Pereira Jardim, 33, que é natural da cidade de Vespasiano.

O suspeito vendia picolé na praia de Muquiçaba

De acordo com a Polícia Civil, ele confessou o assassinato de Jéssica Araújo com três facadas no pescoço.

A jovem tinha ido a uma casa de shows e desapareceu após contratar Quene, na época mototaxista, para levá-la para casa. O corpo foi localizado três dias depois por um produtor rural já em decomposição no meio do mato, próximo a uma estrada de terra. A moto usada por ele, uma XRE 300 foi localizada dentro de uma lagoa.

A Polícia Civil investiga, agora, se a vítima foi violentada sexualmente antes de ser morta a facadas.

Uma equipe de investigadores de Lagoa Santa estive ontem (22) no Espírito Santo para transferir Quene para o Estado, onde vai responder pelo crime.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui