O suspeito foi preso no início da noite na Zona Rural da cidade

Após o cerco policial que durou cerca de 08 horas, e contou até com um helicóptero, a Polícia Militar de Itabira prendeu Alison dos Santos Correia de 19 anos, que segundo a polícia, teria confessado o latrocínio – roubo seguido de morte-  do representante comercial Altamir Roque José de Sá, 41 anos, registrado na manhã dessa terça-feira (4), no bairro Praia.

De acordo com a polícia, o suspeito foi preso no início desta noite na localidade do Engenho, zona rural da cidade.

Várias viaturas de Itabira, João Monlevade e Nova Era se deslocaram para a região onde o autor teria abandonado o veiculo tomado de assalto e usado para lhe dar fuga. Militares que se encontravam de folgas também colaboraram, de forma voluntária, com as buscas na região de Oliveira Castro.

Leia Também: Representante comercial morre ao ser baleado durante tentativa de assalto em Itabira 

Já no inicio da noite chegou aos Policiais uma informação que o possível suspeito teria saído do mato na região do Engenho e seguia sentido a ETE (Estação de Tratamento de Esgoto).

Varias viaturas foram para o local da denúncia e conseguiram abordar o suspeito Alisson Correa. Com ele foi encontrado o revólver usado na ação criminosa.

Dezenas de pessoas acompanharam a chegada do preso no pelotão da Polícia Militar. A população aplaudiu o trabalho da polícia, gritavam palavras de ordem pedindo por Justiça.

Segundo a polícia o suspeito teria alegado que foi ao local para roubar um veiculo, pois estava devendo em uma “boca de fumo” no bairro Pedreira e por isso, precisava levar um carro. Disse ainda que no momento do assalto a vítima tentou retirar a arma de sua mão, momento em que houve o disparo.

Ele passou por exames antes de ser levado para a Delegacia de Polícia Civil, em seguida para o Presídio da cidade onde deverá permanecer até o julgamento.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui