Bairros de João Monlevade ficam mais de 40h no escuro

Estrada das Pacas ficou tomada por árvores caídas (Fotos: Divulgação WhatsApp)

O temporal acompanhado de uma grande ventania no último sábado (27) provocou vários estragados em João Monlevade e deixou os bairros Satélite, Planalto, Vale da Serra e Santa Cruz no escuro por mais de 40h.

O restabelecimento da energia elétrica nestas localidades começou por volta das 10h de ontem (29), conforme nota informativa enviada pela Assessoria de Comunicação da Cemig, e só será totalmente normalizado nesta terça-feira (30). Segundo a Cemig, a falta de energia é justificada pela queda de várias árvores sob a rede, que partiu cabos de energia da rede elétrica do município. Não há registro de feridos.

A forte chuva causou danos em João Monlevade, deixando dezenas de casas destelhadas e interrompendo o abastecimento de água. Parte da estrada de Pacas – que liga João Monlevade a São Gonçalo – também foi danificada.

Defesa Civil faz levantamentos

A Defesa Civil de João Monlevade faz levantamentos e coloca em prática plano de ação para período chuvoso. De acordo com a engenheira Natália Miorini, coordenadora da Defesa Civil, a equipe de plantão percorreu a cidade e registrou ocorrências de vários destelhamentos, quedas de árvores em vários locais e quedas de andaimes nas ruas Cipreste (no bairro Jardim Paraíso) e Industrial (no bairro Rosário).

Natália destacou ainda que nenhuma ocorrência representou risco para vida da população e que a equipe de plantão continua percorrendo os bairros e providenciando as medidas necessárias.
Segundo a coordenadora da Defesa Civil monlevadense, um plano de operações para atuar no período das chuvas já está pronto e deve ser iniciado no começo de novembro.

Estragos da chuva em Rio Piracicaba

Região

Estragos também atingiram cidades da região. Em Rio Piracicaba há registro de queda de árvores, postes e destelhamento de casas. O mesmo ocorreu em Itabira, que também ficou sem abastecimento de água. Na região duas pessoas morreram em decorrência das chuvas.

 

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui