A operação Fim de Ano da PRF começa às 0h desta sexta-feira (28). Foto: Arquivo/O Popular

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) divulgou na última sexta-feira (19) o balanço das operações de 2017. O número de acidentes nas rodovias federais de todo o país foi de 89.318, que deixaram 18.957 feridas e 6.244 mortas. A redução do número em 2017, em comparação com o ano anterior foi de 7,5%. Foram fiscalizados durante o ano 6.676.442 veículos, e 7.152.954 pessoas.

Se o número de acidentes reduziu, o número de infrações aumentou 4,8% tendo como principal causa de multa o excesso de velocidade em até 20%.

Em Minas Gerais um dos trechos mais crítico, a BR 135 entre os quilômetros 370 à 380, houve uma redução de 85,7% do número de acidentes graves caindo de 14, em 2016,para 02 em 2017.

Em todo o ano de 2017 a PRF aplicou, em todo o país, 2.329.261 multas por excesso de velocidade em até 20%. Entre 20% e 50% de velocidade acima do permitido foram 499.562 multas aplicadas. Ao todo foram multas 905.620 motoristas por deixar de acender o farol durante o dia e por ultrapassagem proibida um total de 224.479 autuações.

Também foram realizados 2.182.842 e 5.994 motoristas detidos por dirigirem embriagados.

O fator humano é apontado como maior causador dos acidentes. A falta de atenção dos motoristas representa 39% e a velocidade incompatível para a via 12%.

Minas Gerais com 12.658, Santa Catarina 10.757 e Paraná (10.522), são os estados que lideram o ranking de acidentes nas rodovias federais.

Em 2017 a PRF contou com um efetivo de 10.200 policiais rodoviários federais que cobriram os 72 mil km de rodovias federais de todo o país.

Os dados da PRF apontam ainda um crescimento da frota do país em 11,6% no ano passado em relação ao ano anterior, que representam 96.790.495 veículos.

Nas fronteiras dos estados do Rio de Janeiro, Mato Grosso do Sul, Paraná e Santa Catarina, e nos corredores de Minas Gerais, São Paulo e Goiás, os números apontam também que 9.707 pessoas foram detidas, 148,8 toneladas de maconha apreendidas, 3,52 toneladas de cocaína e 646 armas de fogo apreendidas, 2.102 veículos recuperados e 33.535.860 maços de cigarros contrabandeados apreendidos durante o ano.

Em todo do país foram apreendidas nas rodovias federais 2.089 armas de fogo e 189.632 munições de diversos calibres, 344,92 toneladas de maconha, 9.352 quilos de cocaína e 38.339 pessoas detidas.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui