Barragem da Vale em Nova Lima sobe para nível 2 devido ao volume de chuvas

Capitão do Mato é uma barragem de contenção de sedimentos

A Vale informou que acionou, nesta terça-feira (12), o nível 2 do Plano de Ação de Emergência de Barragens de Mineração (PAEBM) da barragem Capitão do Mato, da mina de mesmo nome, em Nova Lima, na região metropolitana de Belo Horizonte. De acordo com a mineradora, a medida foi tomada devido ao volume de chuvas, que é superior à média histórica registrada na região.

Por causa da quantidade de chuva que caiu nos últimos dias, alguns instrumentos da estrutura apontaram alterações temporárias no nível de água. No entanto, segundo a Vale, neste momento, os níveis já voltaram ao normal.

“A barragem permanecerá preventivamente em nível 2 até a conclusão da análise técnica do histórico e das condições atuais da estrutura. Esses estudos, chamados “As-Is”, estão em andamento e novas discussões técnicas acontecerão em breve com a empresa de auditoria independente para reavaliação da situação. Os moradores da Zona de Autossalvamento (ZAS) já haviam sido realocados em novembro do ano passado em razão de obras de reforço na barragem Vargem Grande”, consta na nota da Vale.

Capitão do Mato

A Capitão do Mato é uma barragem de contenção de sedimentos, construída em etapa única, com aterro convencional. Além de inspeções rotineiras de campo, a barragem é monitorada permanentemente por uma série de instrumentos, como piezômetros, radares, estações robóticas, câmeras de vídeo, e pelo Centro de Monitoramento Geotécnico. O acionamento do nível 2 não impactará o plano de produção do 1T20 da Vale.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui