Barragem de Laranjeiras é suspensa temporariamente

Mina de Brucutu, da Vale, em São Gonçalo do Rio Abaixo — Foto: Divulgação/Vale

A Prefeitura de São Gonçalo do Rio Abaixo informa que recebeu uma nota da Vale comunicando que, a partir de hoje (2), está suspensa temporariamente a disposição de rejeitos na barragem Laranjeiras, advindos da mina de Brucutu.

De acordo com a Vale, a barragem se encontra no Nível 1 de emergência, em conformidade com o protocolo da Agência Nacional de Mineração (ANM), o que não requer evacuação da população a jusante.

A estimativa é que a suspensão temporária perdure entre um e dois meses. Neste período, Brucutu vai operar com cerca de 40% de sua capacidade por meio de processamento a úmido com rejeito filtrado e empilhado.  O impacto da paralisação gira em torno de 1,5 milhão de toneladas de minério de ferro por mês.

Diante dessa situação, a Prefeitura de São Gonçalo esclarece que já foi solicitado à diretoria da Vale e aos responsáveis pela mina de Brucutu um diagnóstico com mais informações sobre a barragem para que o município tome as providências cabíveis para garantir a segurança da população.

A Prefeitura de São Gonçalo ressalta também que as ações e projetos em execução seguem garantidos.

O Executivo lamenta a suspensão das operações da barragem e reafirma sua posição de que a segurança da população tem que ser prioridade.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui