BDMG divulga vencedores do XXVIII Prêmio Minas de Economia

Grande destaque, nesta edição, foi o trabalho realizado por universidades do interior de Minas Gerais

O Banco de Desenvolvimento de Minas Gerais (BDMG) realizou nesta quinta-feira (17/11), em sua sede, em Belo Horizonte, o evento de premiação dos vencedores do XXVIII Prêmio Minas de Economia, parceria entre a instituição e o Conselho Regional de Economia (Corecon-MG). O objetivo do prêmio é alinhar a prática acadêmica aos desafios da realidade do desenvolvimento socioeconômico de Minas Gerais. O grande destaque foram as universidades instaladas no interior do estado – as federais de Viçosa e de Uberlândia foram premiadas.

O presidente do banco, Marco Crocco, destacou a qualidade da produção acadêmica das universidades mineiras. Como exemplo, Crocco citou o trabalhado premiado em primeiro lugar, da estudante Rosimere Miranda, que buscou conhecer diretamente a realidade mineira ao realizar pesquisa primária em 216 propriedades rurais de natureza familiar, nas mesorregiões Norte de Minas e Jequitinhonha.

Anúncios
Continue lendo após o anúncio

A estudante também falou sobre a importância do evento. “Iniciativas como essas são muito importantes para incentivar estudantes da área de Economia a aprimorar suas pesquisas, que trarão retornos positivos para a sociedade”, frisou.

O evento contou também com a presença do diretor do BDMG Otávio Camargo e do presidente do Corecon-MG, Antônio de Pádua Ubirajara, além dos premiados, seus familiares, orientadores e representantes dos cursos de Economia da capital.

Vencedores – XVIII Prêmio Minas de Economia

1º lugar: Rosimere Miranda Fortini (Universidade Federal de Viçosa-UFV), com o projeto “Construção e análise do índice de desenvolvimento rural para as mesorregiões norte e Jequitinhonha do Estado de Minas Gerais”;

2º lugar – Victor Medeiros (UFV), autor de “O processo de modernização da infraestrutura econômica brasileira: externalidades sobre os investimentos e a competitividade”;

3º lugar – Luís Gustavo Nascimento de Paula (Universidade Federal de Uberlândia-UFU), com o projeto “Efeitos do Setor de Ocupação e da escolaridade do trabalhador sobre a probabilidade de inserção em faixas salariais nos municípios de Minas Gerais nos Anos 2000”;

Menção honrosa – Felipe Vieira Ferreira de Moura (PUC Minas), com a produção científica “Brasil e Argentina nas Cadeias Globais de Software: uma análise comparativa entre os modelos de indústria”.

Em breve, os trabalhos vencedores estarão disponíveis no site do BDMG.

Anúncios
Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui