Bebê de Itabira é picado por escorpião e levado de helicóptero para BH

Um bebê de um ano e meio foi levado para Belo Horizonte depois de ser picado por um escorpião na cidade de Itabira. O fato aconteceu neste domingo (13).

O socorro foi feito pela Polícia Civil Tripulantes da Coordenação Aerotática da PC estiveram em Itabira e chegaram no hangar da polícia, na Pampulha, em BH. O menino estava sedado e foi levado para o Hospital Felício Rocho, onde está internado.

Problema de saúde pública

Escorpiões são aracnídeos como as aranhas e alguns realmente oferecem riscos sérios. Existem aproximadamente duas mil espécies de escorpiões no mundo e, no Brasil, há cerca de 100 delas. O gênero Tityus é o que causa mais mortes, em especial o Tityus serrulatus: o escorpião-amarelo.

A espécie ocorre em grande parte do Brasil e se reproduz por partenogênese: não precisa de machos para gerar filhotes. O escorpião é visto, hoje, como um problema de saúde pública, se adaptando bem aos meios urbanos: cemitérios, esgotos e em locais de despejo de entulho e madeira.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui