Beneficiários celebram nova moradia em sorteio de apartamentos no Cesb

Na ocasião, os moradores do Residencial Campus Fidei já foram informados sobre a data e horário da vistoria de cada unidade habitacional, sendo esta, a última etapa antes da assinatura do contrato e entrega das chaves

Na manhã de ontem (30), a Secretaria de Desenvolvimento Social Habitação e Emprego da cidade de Santa Bárbara reuniu, no ginásio do Centro Esportivo  (CESB), os beneficiários do programa Minha Casa Minha Vida para sortear a unidade habitacional que cada um irá ocupar.

Antes de começar o sorteio, foi feita uma breve recapitulação sobre o Programa e passadas as orientações acerca dos cuidados com o apartamento, no que diz respeito a questões de manutenção, condomínio, bem como os canais de comunicação com a Caixa Econômica federal.

O sorteio foi conduzido pelo coordenador da Gerência de Habitação da Caixa Econômica Federal, Evandro Voloski e sua equipe, contando com o auxílio de servidores para registrar as assinaturas quanto ao apartamento e bloco sorteado, à medida que cada um era chamado. Conforme amplamente divulgado e lembrado naquele momento, os beneficiários idosos e com mobilidade reduzida tiveram prioridade, podendo optar pelo térreo.

A dona Maria da Penha Silva de Oliveira, de 65 anos, era só alegria com a conquista da casa própria. Ela disse estar muito feliz por ter um lugar não só para ela, mas também para o marido, a filha e os cinco netos que cria. Maria da Penha disse que a expectativa é grande. “Não vejo a hora de me mudar”, afirmou.

Já Ariane Cristina da Silva Bernardo, de 22 anos, teve o privilégio de ser contemplada quando ainda tinha 18. Ela contou que soube do programa através do site da Prefeitura de Santa Bárbara. A jovem destacou que em meio as dificuldades para se conseguir uma casa própria atualmente, esse ganho tem ainda mais valor. Ariane mora com a mãe e tem dois filhos. “O mais velho, de cinco anos, está muito empolgado, sempre pergunta quando vamos mudar”, relatou.

Após o sorteio, os beneficiários foram, imediatamente, informados sobre a data e o horário de vistoria de seu apartamento. O momento também foi destinado para que cada um pudesse se manifestar quanto à necessidade do kit de adaptação, em virtude de haver deficientes na família.

Na ocasião, foi lembrado aos moradores do Campus Fidei que, após esta data, 30 de outubro, ninguém poderá se manifestar quanto ao interesse ou necessidade de troca de apartamento.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui