BR-381 entra no pacotão de concessões do Governo Federal

O PPI incluiu projetos de concessão de 14,5 mil quilômetros de rodovias, como as BRs 381 e 262

O Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos (PPI) anunciou nesta quarta-feira (8) a inclusão de 59 projetos no plano de concessões do governo federal. Entre os projetos, está a concessão da BR-381 – entre Belo Horizonte e Governador Valadares e a BR-262/MG/ES – entre João Monlevade e Viana (ES). Mais 15 trechos rodoviários em 13 estados também estão no pacote.

Na lista de empreendimentos a serem concedidos à iniciativa privada nos próximos anos constam também ferrovias, portos, hidrovias, aeroportos, linhas de transmissão, além da concessão de reservas de petróleo e gás cuja expectativa do governo é que resultem, nos próximos 10 anos, em investimentos de até R$ 1,57 trilhão.

O PPI foi criado por meio de lei em 2016, durante o governo Michel Temer. Em balanço apresentado em coletiva de imprensa nesta quarta-feira (8), o ministro Santos Cruz (Secretaria de Governo), responsável pelo programa, informou que dos 193 projetos apresentados nos últimos 35 meses, 147 já foram contratados pela iniciativa privada, com investimentos de R$ 260,2 bilhões, sem contar as outorgas de cerca de R$ 54,1 bilhões para a União.

O PPI passa a contar agora com a oferta de 105 projetos, que vão passar, nos próximos meses, por um processo de estudos técnicos e modelagem de concessão. A reunião realizada nesta quarta-feira foi a nona do conselho e a primeira sob a gestão do presidente Jair Bolsonaro.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui