Caçadores abatem duas das últimas três girafas brancas do mundo

Girafa branca do Quênia – Divulgação

Extremamente raras, duas girafas brancas foram mortas por caçadores no Quênia. As carcaças dos animais foram encontradas por guardas florestais da região.

Segundo ambientalistas, agora, resta apenas uma girafa branca viva em todo o mundo. A aparência diferenciada é causada pelo leucismo, condição que faz com que as células da pele não tenham pigmentação.

Os caçadores ainda não foram identificados. O crime está sendo investigado pelo principal órgão de preservação da África Oriental.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui