Calçadas são grandes problemas de acessibilidade no centro comercial

Cadeirante precisou de ajuda em calçada na rua Fernão Dias para chegar a consultório médico (Divulgação/Elias Gonçalves)

As calçadas são os principais pontos do centro comercial de João Monlevade, apontadas por deficientes físicos e idosos como inacessíveis. Praças públicas também são citadas como problema. A principal reclamação é de que muitos espaços não são adequadas para o acesso de cadeirantes ou deficientes visuais, bem como a maioria das calçadas, que não são niveladas, ou estão tomadas pelo mato.

Nessa semana, um flagrante da dificuldade de locomoção foi registrado na rua Fernão Dias. Mãe e filha tiveram dificuldades em passar por uma calçada justamente para irem à uma consulta médica. Foi preciso ajuda de um homem que passava pelo local para que as duas pudessem passar pelo local.

O presidente da Associação de Cooperação e Integração dos Portadores de Deficiência de João Monlevade (Acinpode), Elias Gonçalves, lamentou a situação. “Até quando os três poderes – Executivo, Legislativo e Judiciário- vão fechar os olhos para esta realidade que está presente e aumentando cada dia?”, questionou.

Elias Gonçalves, recentemente, esteve na Câmara de Vereadores, onde também criticou a  falta de acessibilidade em João Monlevade. Na época, ele disse que os portadores de deficiência não foram contemplados no projeto Novo Centro e a Associação não foi ouvida sobre a questão. Elias apontou que na cidade existem cerca de 20 mil deficientes e as rampas não são padronizadas, o que prejudica a locomoção. “Essas pessoas precisam ser ouvidas e respeitadas pois ajudaram a eleger seus representantes”, enfatizou Elias na época.

 

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui