Na reunião ordinária da Câmara Municipal de João Monlevade desta quarta-feira, 16, os vereadores aprovaram em primeiro turno, o projeto de lei 1.181/2021, de iniciativa do vereador Pastor Lieberth (DEM), que Institui o “Dia do Protestante” no Município de João Monlevade.

A matéria prevê a comemoração da data, anualmente no dia 31 de outubro. O objetivo é reconhecer o histórico evento conhecido como a Reforma Protestante, que teve como precursor o Monge Martin Lutero, um dos principais ícones da religião cristã em todo o mundo.

Pastor Liebert falou da alegria pela aprovação da matéria. “Este será um dia de pregarmos o amor de Cristo. É uma grande vitória para todos nós, cristãos. Será um dia marcado na história de Monlevade”, falou.

Também foi aprovado em turno único o Projeto de lei 1.182/2021, de iniciativa do vereador Rael Alves (PSDB), que denomina de Benedito Borges Matos a rua com entrada pela rua José Faustino Taveira, localizada no bairro Boa Vista.

De acordo com Rael, a escolha do nome é em homenagem ao senhor José Faustino que foi um dos primeiros moradores da localidade. Ele ainda destacou que a rua não possui pavimentação, saneamento e iluminação e para que estas melhorias sejam feitas é necessária a aprovação do projeto com nome da rua.

Ainda na reunião, o presidente da casa Gustavo Maciel (Podemos), lembrou do Dia Mundial do Doador de Sangue, celebrado no dia 14. Ele destacou que todos os vereadores estavam usando um laço vermelho em alusão a data, com o objetivo de alertar a população da importância do ato.

Outro assunto lembrado por Gustavo Maciel foi o Dia Mundial de Combate à Violência contra o Idoso, celebrado no dia 15. O presidente pediu atenção de todos para a situação, e em caso de suspeita de agressão, física ou moral, contra o idoso, o cidadão pode denunciar ligando para o número 100.

Tribuna Popular

Lenean Costa Rocha, diretor da Associação de Cooperação e Integração dos Portadores de Deficiência de João Monlevade

Durante a reunião ordinária, o diretor da Associação de Cooperação e Integração dos Portadores de Deficiência de João Monlevade (ACINPODE), Lenean Costa Rocha, fez uso da tribuna popular para falar da situação da Associação e das pessoas com deficiências e mobilidade reduzida que vem aumentando a cada dia.

Segundo ele, a ACINPODE desenvolve um trabalho com o objetivo de incluir as pessoas com deficiência no mercado de trabalho, além de realizar o credenciamento de estacionamento prioritário, doação e empréstimo de órtese e prótese. Ele relatou também que a entidade presta consultoria e orientações às pessoas para aquisição de veículos especiais, entre outros.

Lenean ainda destacou que apesar da pouca arrecadação, a ACINPODE consegue ajudar muitas pessoas. “Contamos apenas com emendas parlamentares no âmbito federal e estadual, mesmo assim não é sempre. A Associação arrecada mensalmente apenas cerca de R$400 a R$500. Precisamos sim, de muita ajuda. Ajuda financeira, de mão de obra e da comunidade”, disse.

Os vereadores usaram a tribuna e foram unanimes em dizer que são sensíveis às causas das pessoas com deficiência e que irão buscar meios para ajudar a Associação.

O presidente da Casa, Gustavo Maciel (Podemos) relatou que irá reunir com os parlamentares para que discutam juntos, ações e propostas em prol dos deficientes físicos do município.

O vereador Belmar Diniz (PT), informou que vai sugerir que seja alterado a nomenclatura da Comissão de Direitos Humanos, do Consumidor, Defesa Social e Desenvolvimento Econômico, incluindo “os Direitos das Pessoas com Deficiência (PcD)”. O objetivo é discutir na Comissão, políticas públicas que garantam os diretos destas pessoas na cidade.

Gustavo Prandini (PTB), solicitou que a ACINPODE envie à Câmara um levantamento dos problemas e os critérios de prioridades apontados pela Associação. Ele ainda enfatizou que o momento é propício, tendo em vista que está em discussão o Plano Diretor Municipal, onde podem ser incluídos os direitos dos deficientes, como por exemplo a acessibilidade.

Aprovação de Anteprojeto

Também foi aprovado na reunião o anteprojeto de Lei 7/2021 de iniciativa do vereador Fernando Linhares (DEM), que dispõe sobre a criação do Concurso Fotográfico Cartões Postais de João Monlevade.

De acordo com Linhares, apesar de João Monlevade não ser conhecida como cidade turística, ainda assim o município possui belezas naturais, paisagens e edificações atraentes. “A nossa cidade não possui cartões postais ou outro material que nos daria orgulho de mostrar aos visitantes. A proposta deste concurso de fotografia é despertar o sentimento de orgulho pelo município onde os participantes moram, bem como dar a oportunidade de todos levarem um pouco do que é mais atrativo do município para o mundo”, disse.

A sugestão é que o concurso tenha a participação de fotógrafos profissionais ou amadores residentes na cidade. A matéria prevê também que o concurso seja promovido pela Prefeitura na última semana de abril, dentro da programação do aniversário da cidade, comemorado em 29 de abril.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui