Câmara de João Monlevade proíbe acesso do público

Uma portaria publicada nesta terça-feira (17) proíbe o acesso à sede da Câmara de João Monlevade pelo público externo como medida de prevenção ao contágio pelo novo coronavírus. O documento é assinado pelo do Legislativo, Leles Pontes (Republicanos). Só vereadores, funcionários, estagiários e prestadores de serviço poderão adentrar no prédio. Os jornalistas também terão acesso proibido.

A medida já está em vigor e foi tomada após reunião com os vereadores e a Comissão de Saúde da Câmara Municipal. A intenção justificada no decreto é conter a propagação de infecção e transmissão local e preservar a saúde dos vereadores, servidores e público em geral.

As reuniões ordinárias, realizadas às quartas-feiras estão mantida e podem ser acompanhadas no canal do Youtube da Câmara. O uso da tribuna popular da Casa também está proibido.

A Câmara de João Monlevade, ao barrar o público, segue medida já tomada pelo Tribunal de Contas do Estado de Minas Gerais, Assembleia Legislativa de Minas e outras câmaras municipais.

Publicidade

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui