Câmara Municipal busca parceria com a Prefeitura em prol do Floresta Clube

Intenção é criar projetos que viabilizem juridicamente uma parceria com o espaço. Fotos: Cíntia Araújo Tavares/Acom CMJM

Representantes e voluntários do Floresta Clube Doutor Henry Meyers se reuniram com o presidente da Câmara de João Monlevade, Gustavo Maciel (Podemos), no último dia 25. O objetivo do encontro foi apresentar as demandas da entidade, que é sem fins lucrativos. O presidente da entidade, Darci José Oliveira, além de Cláudia Paiva e José Geraldo Torres, mostraram as melhorias feitas no local por meio de parcerias com a sociedade. Além disso, foram destacados alguns pontos emergenciais para melhorias na sede do Floresta Clube.

Segundo Darci Oliveira, é necessário ampliar a parceria com o Governo Municipal. Como justificativa, ele destacou que um dos principais atrativos do Floresta Clube, são as casas da lagoa. Contudo, o local conta com espaço para treinamento de empresas, confraternizações, estande de tiros, dentre outros. “Uma das propostas é reformar os viveiros e galinheiros e colocar animais domésticos no espaço, para atrair o público. Outra ação emergencial é fazer uma limpeza no Floresta Clube, com uso de maquinário e claro, a manutenção do local”, disse ele.

José Geraldo reforçou os argumentos de Darci. De acordo com ele, além da parceria com o Governo Municipal, os voluntários visitaram empresas, que já se comprometeram a auxiliar no que for possível. Já há parcerias fechadas para reforma de alguns viveiros, por exemplo. “Mais que nosso patrimônio, o Floresta Clube é um espaço que pode e deve ser usado pelos estudantes do município, pela população em geral. Qualquer lugar fechado se deteriora. Queremos e precisamos movimentar lá, levar pessoas ao local. Mas para isso precisamos de estrutura”, explicou ele.

O presidente Gustavo Maciel disse ser favorável a essa parceria público/privada. Ele ainda destacou que a Secretaria Municipal de Meio Ambiente, que atualmente funciona em imóvel alugado, poderia ter o Floresta Clube como sede. “É preciso elaborar projetos para que se viabilize uma parceria mais efetiva, dentro da lei e que permita o Legislativo auxiliar a manutenção desse patrimônio, que é de todos”, esclareceu. Gustavo Maciel planeja uma visita ao local, inclusive acompanhado de secretários municipais, para discussão de quais projetos podem ser implantados. A data está em discussão com a Prefeitura.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui