Mais um acidente grave foi registrado na tarde de ontem na MGC-120, entre Nova Era e Itabira, deixando uma pessoa morta.

O caminhoneiro Antônio Pratti, 65, morreu no local e um homem de 42 anos, que viajava com ele ficou preso nas ferragens do veículo.

O acidente foi registrado na altura do km-466 da rodovia que já vem sendo chamada, assim como a BR-0381, como “rodovia da morte” devido ao alto índice de acidentes registrados naquele trecho com cerca de 30 km.

Segundo a Polícia Militar Rodoviária uma testemunha, que seguia atrás do caminhão, contou que ao descer a ladeira na região de Capoeirana, percebeu que o motorista havia perdido o controle da direção e viu quando o veículo colidiu contra um paredão de pedras após passar por uma canaleta. Com impacto o caminhão tombou e parou sobre a via completamente destruído.

As equipes do Corpo de Bombeiros Militar e SAMU, de Itabira, foram ao local e os bombeiros tiveram muita dificuldade para fazer um dos equipamentos de resgate funcionar, o que durou cerca de uma hora. Com a utilização do equipamento a lataria do caminhão foi cortada e o passageiro retirado das ferragens. Ele foi levado para o pronto socorro de Itabira, com suspeita de fraturas nas pernas, escoriações pelo corpo e dor na região lombar.

O corpo do motorista foi levado ao necrotério do Cemitério do Baú em João Monlevade, após os trabalhos da Perícia Técnica da Polícia Civil.

Parte da carga de artigos para papelaria, que era transportada pelo caminhão, foi saqueada e colocada em um veículo, que foi apreendido. Materiais furtados também foram localizados em uma construção às margens da rodovia.

Fotos: Sílvio Andrade

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui