Passada a folia, é hora de rezar, refletir e se preparar para novo tempo. Começa amanhã, em todo o país, a Campanha da Fraternidade 2019. O tema deste ano, Fraternidade e Políticas Públicas, tem o objetivo de estimular a participação cidadã na elaboração de políticas públicas, buscando o bem comum e a promoção da fraternidade. O lema, – “Serás libertado pelo direito e pela justiça”–, é o capítulo 1, versículo 27 do livro de Isaías.

A quarta-feira de Cinzas celebrada hoje (6), marca o início da Quaresma, tempo de preparação para a semana santa. Durante as missas deste dia, cinzas são colocadas sobre a cabeça dos fiéis ou na testa, cultivando a humildade, a partir do entendimento de que cada pessoa é pó, uma vida frágil.

O bispo auxiliar de Brasília e secretário-geral da CNBB, dom Leonardo Steiner, faz um convite aos cristãos que reflitam e se engajem na luta por uma sociedade justa. “Somos convidados a refletir uma realidade nossa. Vamos participar, vamos refletir, vamos rezar essa realidade para que assim nós ajudemos a ter um Brasil mais justo, mais fraterno baseado no direito e na justiça”, ressalta.

Desde a criação da Campanha da Fraternidade, em 1964, já se passaram 55 anos buscando despertar nas pessoas o senso de justiça social, de fraternidade e de amor ao próximo. Ela nasceu no contexto do Concílio Vaticano II, que iniciou um tempo de renovação na Igreja. A cada ano, é escolhida uma temática que ajuda as comunidades e toda a sociedade civil a ampliar sua reflexão sobre o tema em questão.

 

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui