O casal tentou reagir à prisão mas foram contidos e algemados

Um homem de 27 anos e uma mulher de 35, foram presos nessa sexta-feira (18) por tráfico de drogas em Bela Vista de Minas.

Segundo a Polícia Militar uma denúncia anônima dava conta de que o suspeito estaria fazendo o transporte de uma grande quantidade de drogas em direção a sua residência, que fica na Rua Santa Marta, no Bairro Boa Esperança.

Quando os militares chegaram ao local depararam com quatro indivíduos em frente à casa do denunciado em atitude suspeita. Eles foram abordados e durante busca pessoal foram encontrados três cachimbos, utilizados para consumir crack.

Durante a ocorrência uma motocicleta se aproximou e ao tentar abordar o condutor, ele desceu do veículo e tentou fugir, mas foi alcançado. O suspeito tentou resistir à prisão e teve de ser algemado. Enquanto era preso o homem gritava por sua esposa, que saiu de sua residência e veio até ele e a todo o momento tentava saber se o mesmo estava com alguma coisa de ilícito.

Segundo a polícia durante a ação o casal passou a se comunicar por sinais (libras), momento em que a mulher encostou-se a um carro que estava próximo e passou a chorar e dizer que não acreditava que ele [marido] estivesse com “isso” e porque teria feito aquilo com ela.

Ainda de acordo com a polícia o suspeito passou pedir a esposa para que ela tirasse sua calça, sendo atendido pela mulher, que de posse da peça de roupa tentou fugir e foi perseguida pelos militares. Durante a fuga a mulher dispensou a calça que o marido usava em um lote vago. Ela também foi pesa e algemada.

O casal mesmo algemados ainda tentou fugir. A calça foi recolhida sendo encontrada em uma das pernas, uma sacola contendo 237 pedras de crack e uma garrucha de dois canos calibre 22 carregada com duas munições intactas.

Durante busca na residência do casal os militares localizaram facas e lâminas de aço, utilizadas para cortar drogas, uma mascara de plástico e um binóculo.

Segundo a Polícia Militar enquanto a ocorrência era registrada e as pedras de crack eram contabilizadas, a mulher teria dito que seriam 300 pedras e não 237.

O casal recebeu voz de prisão por tráfico de drogas e foram levados para a Delegacia de Polícia Civil, em João Monlevade. A moto usada pelo suspeito foi apreendida e rebocada ao Pátio do DETRAN.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui