Casal mata, filma e posta crime em rede social; os dois foram presos

A Polícia Civil de Minas Gerais (PCMG) realizou, na manhã desta quinta-feira (4), a operação “São Tomé”, para cumprimento de mandados de prisão referentes a homicídio ocorrido, em fevereiro deste ano, na região do Barreiro, na capital. Um homem e uma mulher, de 22 e 38 anos, foram presos em casa, no bairro Betânia.

Conforme investigação, os suspeitos, a mando de um traficante que está preso, cumprindo pena por organização criminosa e tráfico de drogas, executaram a vítima, de 36 anos, a tiros. Durante o crime, os investigados filmaram a ação e, posteriormente, divulgaram as imagens em rede social. O Delegado Domênico Rocha detalha que tudo foi a mando do preso, pois ele queria a comprovação do homicídio. “A ordem dele foi clara: matar e fazer registro audiovisual nessa hora”, afirmou o Delegado.

A motivação do crime foi vingança, pois a esposa do preso afirmou ter sido assediada sexualmente pela vítima. Entretanto, Rocha destaca que as investigações apontam que isso não aconteceu. “Ela, de forma fantasiosa, criou essa história para induzir o companheiro dela, que é um criminoso de alta periculosidade, a determinar a morte da vítima, o que de fato aconteceu”, detalhou.

Com isso, a PCMG cumpriu, além dos mandados de prisão, mandado de busca e apreensão, tendo encontrado inclusive o tênis que um dos suspeitos de executar a vítima utilizava no vídeo que os suspeitos fizeram.

Publicidade

DEIXE UMA RESPOSTA

Digite seu comentário!
Digite seu nome aqui